Arquivo do mês: agosto 2006

Amar…(?)

Cara, amar e ser amado deve ser muito bom. Mas eu nunca tive tal experiencia. O mais próximo que cheguei disso foi amar alguém indiferente a mim. Não é muito bom, mas é melhor que amar alguém que ama outro. … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 16 Comentários

Ruína (ou como o amor pode mal-tratar)

“Quando você sair, fecha a porta…Eu não espero mais ninguém.” E ela fechou.A chave nunca fez tanto barulho quando girou como daquela vez.Foi estrondoso, as paredes ecoaram alto aquele som fechado.E por mais que eu tentasse evitar não escutar, me … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 15 Comentários

Os Estudos do Sorriso (ou Ardente Veritate)

São tristes os sorriso que ela me dá.Sem compaixão, apenas pena, PENA é o que há quando seus olhos caem sobre mim, quando trocamos cintilações ópticas, quando sorri e mostra os dentes só para fingir estar contente.Me dói o fundo … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 12 Comentários

Grite, Urre (ou Tell Everyone in the World That I'm You)

“Vamos lá, diga! Grite ao mundo que VOCÊ SOU EU! Diga a todos que somos um só até o fim! Vamos! Grite! Faça suas cordas vocais saltarem fora enquanto você urra nossos amores! Nossos passeios pela floresta da negação, pela … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 21 Comentários