Ruína (ou como o amor pode mal-tratar)

“Quando você sair, fecha a porta…Eu não espero mais ninguém.”
E ela fechou.A chave nunca fez tanto barulho quando girou como daquela vez.Foi estrondoso, as paredes ecoaram alto aquele som fechado.E por mais que eu tentasse evitar não escutar, me distraindo com o fogo queimando na ponta da vela, eu escutei.A chama dançou e se extinguiu como se o que desse vida a ela tivesse abandonado o recinto, como se o oxigênio que a alimenta tivesse acabado, quando na verdade era o meu ar que saia pela porta, descendo as escadas, caminhando através da garagem e saindo do terreno.
O fato é que a casa era dependente dela, mas ela se foi.
E agora só ruínas, escombros e um corpo morto.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

15 respostas para Ruína (ou como o amor pode mal-tratar)

  1. anonymous disse:

    Ficou massa man!
    If u’r leaving close the door i’m not expecting people anymore!!!! \,,/

  2. luanrodrigues disse:

    Pois é man… pois é =\

  3. tati_voronkoff disse:

    i know what u mean.

  4. anonymous disse:

    “O amor é fodido” – Miguel Esteves Cardoso

  5. lah_leite disse:

    bom pv, de verdade verdadeira… cada dia gosto mais do que tu escreve!

    =****

  6. anonymous disse:

    não sei nem mais o que escrever pra tu …
    só que ainda sinto vontade de te escrever !!!
    é tão legal conversar contigo !!!
    tô louca que chegue segunda pra eu poder te ver …

    =)

    UMA GAROTA

  7. anonymous disse:

    aí primo, gostei da forma como vc descrever o situação. em tão poucas palavras vc disse tudo 😀
    aprovadíssimo!
    ;]

    :**
    Carol.

  8. anonymous disse:

    itxá que esse ficou foi massa!

    e eu TAMBÉM cada dia gostando mas do que o senhor escreve!

    Huuh! =*

  9. anonymous disse:

    Aê man! ta massa! gostei dessa parada de chaves, desculpa o comentario paia, mas eu to paia.

    FAloe man!

  10. anonymous disse:

    Cara, ficou muito bom!
    Cada vez q vc escreve vc se supera mais…

    Flw man!

  11. vidadeflor disse:

    um beijinho pro senhor… tô tentando retomar o blog, mas n entra ainda, que tá uma bagunça! hauhauhausha
    POr mais que sejas chatinho, né… eu venho aqui. 😉

  12. vidadeflor disse:

    ah… e esses recadinhos xoxonados? =xxx

  13. linelamenha disse:

    maldita!
    conta tudo pra sua mãe, pi!

    ora ora, se a macaca foi simbora, o que se pode fazer? abre essa janela, primavera quer entrar!

  14. anonymous disse:

    texto foda! não sei pq mas lembrei de uma musica dos engenheiros do hawaii…

    Eu que não fumo queria um cigarro
    Eu que não amo você
    Envelheci dez anos ou mais nesse último mês
    Eu que não bebo pedi um conhaque pra enfrentar o inverno
    Que entra pela porta que você deixou aberta ao sair

    \,,,/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s