2006

sabe quando as coisas que você diz e faz…elas simplesmente são todas erradas? sim, todos sabem bem como é. ser o errado quando todos são certos. e sabe quando as coisas que deveriam ser simplesmente não são como você planejou que elas fossem e você se sente o maior idiota da face da terra? é claro que você sabe…porque você já se sentiu assim.você já achou que fosse o maior idiota que já pisou no globo. mas aí você lembra de alguém que é pior, que faria pior, que se humilharia mais. então você se sente melhor, seu ego não fica tão pisoteado. “pelo menos eu sou melhor que ele”, você pensa. e talvez alguém pense a mesma coisa de você.
e sabe quando, às vezes, você parece ser o ser mais deslocado do mundo? talvez você até seja, mas sempre vai chegar alguém para invadir a sua privacidade e perguntar “o que foi? aconteceu alguma coisa?” e você vai sorrir um sorriso falso com um pensamento “muita coisa aconteceu” e não vai dizer nada disso, apenas negar com a cabeça porque você tem medo de falar e sua voz te entregar e você cair no choro.
então você está na sua casa, lendo uma carta que você recebeu de aniversário da sua melhor amiga e você percebe que sua melhor amiga a essa hora pode não ser mais a sua melhor amiga, mas que você continua dando esse título à ela porque tem medo que alguém tome seu lugar. e você lê tudo o que ela escreveu há quase 10 meses e se pergunta se tudo aquilo ainda é verdade ou se muita coisa mudou, se ela gosta mais ou menos de você. aí você fecha a carta e lê outra carta mais recente de outra pessoa, de uma amiga que você nunca viu e sente mais calor nas palavras dessa carta desconhecida do que nas palavras da sua melhor amiga. então você é tomado pelo medo e percebe que sua vida vai mudar para pior ou muito pior dentre de 2 semanas e que você não pode fazer quase nada para mudar isso, apenas se entregar à sorte. mas aí, meu amigo, é muito arriscado.
então você pensa em todas as chances de melhorar que teve e faz uma retrospectiva do seu ano. foi uma merda.e você sabia desde o começo que seria o pior. mas pelo menos você fez novos amigos. aí você pára e pensa que seu ano poderia ter sido totalmente diferente dependendo única e exclusivamente do seu eu de ontem. e você sente uma vontade de colocar algum senso de responsabilidade em você, e talve até consiga, ams não é a mesma coisa que o você de ontem. aí você vai se jogar num canto, pensar em beber todas, entrar em coma alcoólico de novo só que dessa vez ir além. aí você percebe que é ridículo demais e que é como daquela vez em que você fez isso por causa de uma mulher que não te queria. e você nem ao menos sabia se era verdade, mas era, você adivinhou tudo.
então você pensa em como sua vida é uma merda e como seria bom ter alguém pra limpar sua bunda e trocar sua fralda quando chegasse aos 80, mas você percebe que chegar aos 50 já é muito e que sua expectativa de vida é morrer aos 45 anos por causas naturais. e percebe que você não vai ver seus netos, talvez nem veja seus filhos crescerem. talvez eles até não lembrem do pai, como acontece em muitos casos e sua imortalidade…sua imortalidade estará em canto nenhum. talvez naquele livros que você deixou de escrever ou naquela retrospectiva daquele ano ruim.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

6 respostas para 2006

  1. tati_voronkoff disse:

    ai, sim, eu sei como é.

  2. otuku disse:

    Q pessimismo vei!

    abre a jenela! e toma uma cerveja, eu pago, vc precisa.

    Flw!

  3. anonymous disse:

    fodal man!!!

    putz!!!

    jah cansei disso!!!

    e td ano eh a mesma bosta soh pq os anos existem!!!

    força e honra

  4. anonymous disse:

    todos sabemos, ora bolas.
    mas é natal, por uma letra não é fatal.
    e no natal, as pessoas gastam dinheiro!
    e isso as faz feliz, as esperanças se renovam, é o 13º salário!

    jesus te ama!
    força, man!

  5. anonymous disse:

    Pois é. exatamente isso que acontece com todo mundo, e a gente ainda tem essa bendita mania de brasileiro de falar: Poxa, de fato, não ou o pior! Aquele cara ta mais lascado, contudo você sempre se engada, porém a gente prefere ficar sendo enganado por nos mesmos, como sempre, nesse tempo nada mudou!

  6. anonymous disse:

    reticencias

    reticencias

    a angustia ultrapassa o pensamento e ele ultrapassa a ação na leitura

    poxa pi…pensei em tanta coisa
    em tanta coisa que ficou como estoria passada
    em tanta coisa que poderia ser esperança
    sei lá…
    da proxima vez que me pedir pra ler e comentar me informe se é pra ficar down
    ou morrer logo de vez hauhauhau

    “it’s better to burn than out than to fade away”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s