A Felicidade

Ao longo de um ano, fui escrevendo sobre um a felicidade. Queria escrever um livro sobre a felicidade, mas depois que se vê que felicidade é difícil de se explicar, acabamos nos consolando com o pouco que fizemos.

A felicidade não é definitiva. não há, infelizmente, uma fórmula que gere felicidade instantânea. então, esse texto, por falar de felicidade, não é definitivo, mas extremamente mutável. e é graças à mutabilidade da felicidade que há tanta beleza no mundo, por mais difícil que às vezes possa parecer…
trabalhemos o texto como se felicidade fosse o que faz os momentos felizes, sua essência e nada mais.
é incrível como a felicidade é para todos. ela não é clandestina como muitos afirmam por aí. todos têm um cantinho de felicidade. um sorriso se faz num canto de lábio, os olhos, emoldurados por pequenas rugas, brilham tanto quanto o sol.
você vê que qualquer um, por mais rico, pobre, magro ou gordo que seja…todo mundo sorri de felicidade, que não é clandestina, mas que definitivamente não é permanente. a felicidade é passageira, a alegria é passageira. ninguém consegue ser alegre o tempo inteiro. não é só o wander wildner que sente tal dificuldade, é o mundo, um sentimento global. como o medo. por que buscar a felicidade? porque ela proporciona prazer. e o prazer move a vida. e quando não é o prazer, é a dor, que é sua única amiga, que nunca te abandona, que move as engrenagens da vida.
e você sabe que a felicidade não está só nos olhos do povo, está naquele seentimento que às vezes dá e que você não sabe ao certo que nome dar a ele porque é estranho demais e você sabe que tudo é tão incrivelmente mundial que você dá um sorriso com um canto do lábio e pensa em como é incrível a diversidade de vida. pensa em como é maravilhosamente estranho o fato de você ser único e você nunca ter parado para pensar sobre todo esse lance de cada um ter sua vida. e então você percebe que sua vida é incrivelmente minúscula e insignificante e que você deve ter um sentimento de coletividade. mas você não faz nada. apenas tentar ser imortal como todos os outros homens. tenta deixar um filho, um filme, um livro, uma árvore, uma idéia…idéias são à prova de balas, anti-oxidantes e, se bem construídas, é impossível para o tempo derrubá-las.
e o que todo mundo quer é dar aquele sorriso. e não ligar para os problemas. mas ninguém consegue tudo isso. exerce uma capacidade psicolígca que poucos possuem. e uma enorme falta de senso de responsábilidade. é exatamente disso que o mundo precisa, uma enorme falta de senso. mas há falta de senso e falta de senso. uma falta de senso de responsabilidade responsável, comedida, é um caminho para o começar a não ligar para os problemas e, por conseguinte, dar aquele sorriso que esperou anos para aparecer novamente nos seus lábios, pintando seu rosto com a claridade bela da felicidade, e talvez esse sorriso jamais tenha aparecido na sua vida e nunca tenha feito você perceber que sua vida não valia a pena até aquele momento. então agora você eprcebe, depois de ter dado o sorriso da sua vida, uma gargalhada que ecoa na sua mente e no seu corpo, que sua vida será uma merda se você não sorrir assim todo o santo dia. e você sabe que não sorrirá assim todo o santo dia porque a vida não dá motivos para isso. então, notar-se-á um grande vazio em seu interior. algo que jamais será preenchido por completo, algo que você deverá guardar para si, porque não é problema de mais ninguém.
a felicidade é como um orgasmo. uma hora vem, mas nunca dura o tempo que você espera.
a felicidade também está no sorriso de quem você mais ama, mas nele pode estar também a maior tristeza do mundo. está no sorriso da pessoa amada uma arma mortal.que pode te levar ao céu ou ao inferno.
a felicidade está nos pequenos detalhes, no entrelaço do dedos das mãos dadas, no calor que você sente vindo da palma dessa mesma mão. e você olha o dono ou a dona dela bem fundo nos olhos e talvez ela desvie o olhar, mas você sabe que, mesmo não sendo necessariament namorados ou amantes nem nada do tipo, há entre vocês algo que liga, gruda os dois. e a felicidade é pensar que isso tudo durará para sempre, ou ao menos tempo o suficiente para parecer para sempre. mas nunca vai parecer.
a felicidade está no piquenique no parque, a toalha estendida sobre a grama, uma bebida qualquer sobre o pano, sanduíches, crianças fazendo barulho ao redor e a percepção de que só há os dois no mundo.
a fé é uma forma de felicidade. de crer que mesmo depois da morte haverá uma salvação para sua alma…a felicidade é um momento de esperança.
há quem chame toda essa felicidade de alegria, talvez eu esteja realmente errado ao chamar tudo isso de felicidade, mas como e odair josé disse que a felicidade não existe, que o que realmente há são momentos felizes.o máximo que você pode fazer é aceitar essa premissa, que é mais verdadeira do que você pode achar, e chamar sua alegria de felicidade.
a felicidade pode trazer a imensa dor. sim, um dia ela, como tudo o mais no mundo, acaba.
a felicidade, muitas vezes depende mais de terceiros do que de você mesmo, mas há quem diga que a felicidade só depende de você. se isso fosse verdade, o segredo da felicidade seria o isolamento e a masturbação .
e a felicidade é para mim, algo totalmente meu e para você algo unicamente seu, independentes uma da outra. não venha atrapalhar a minha felicidade com a sua.
e eu não sei mais como definir essa coisa chamada felicidade. seria muito bom sentí-la todo o tempo e mesmo assim todo tempo não seria tempo o bastante para se sentir felicidade. a vida ainda pareceria triste.
a felicidade é uma arma recém usada cujo tiro esquentou o cano. e é através dele que você sabe se está feliz ou não.
felicidade está naquele solo de guitarra que te comove, na emoção que você sente a cada nota, está no dançar coladinho ou pensar em alguém e dizer: “queria que ela ouvisse isso”. felicidade é pensar em como seria bom e feliz se aquela pessoa pensasse como você está pensando, ou ao menos pensasse em você, lembrasse de você o tanto quanto você lembra dela. felicidade é crer em tudo isso sem saber que tudo não passa de uma ilusão. felicidade é acreditar no papai noel mesmo sabendo que ele não existe. felicidade é rezar toda a noite tendo esperança de que vai adiantar de algo sua reza ou a ausência dela. é você escrever uma carta que não diz nada importante e enviar para algum amigo e ele elogiar sua carta pela sua simplicidade e agradecer por lembrar-se dele. é receber cartas de amigos que nunca nos viram, é ler cada uma de suas palavras e imaginá-los escrevendo, a situação em que se encontravam…felicidade são as coisas mais simples da vida.
felicidade é matar a fome quando se sente fome. matar a sede quando se sente sede. matar a saudade quando se sente saudade.
felicidade é matar sempre aquilo que se quer matar, saciar seus desejos, para poder desejar sempre mais.
felicidade está em erguer copos e brindar pela liberdade.
felicidade é olhar seus olhos, sentir o mundo escapar dos seus pés e deixar-se levar pela maravilhosa sensação de estar por perto.
felicidade é ter a mulher dos sonhos.(felicidade é ter sua musa) é ter a paz que ela te dá. só ela.
felicidade é chegar em casa depois de tempos longe dela. é conhecer o transito do local onde está. é saber que ônibus pegar para ir onde você quer.
felicidade é ser independente.
felicidade é sair de casa com o sol no céu, não fazendo calor nem frio, não queimando, não chovendo, é ir para o ponto de ônibus e não esperar, é ler um livro bom, é ouvir uma boa música, é estar com pessoas legais e leais.
felicidade é o sorriso amigo e o abraço, é o aperto de mão, é a gargalhada compartilhada. a felicidade, na verdade é descobrir novos amigos e redescobrir velhos amigos. felicidade é o olho puxado que cria uns pezinhos de galinha no canto…felicidade é uma piada qua por mais sem graça que seja é engraçada apenas pelo fato de ela ter sido dita pelo seu amigo. amizade é felicidade, em uma de suas muitas formas.
felicidade é ouvir a voz da mulher que você ama dizendo bom dia no seu ouvido.
felicidade é poder evitar quem se quer evitar e viver bem com isso.
felicidade é o sentimento do mundo. sentir o mundo como se você fosse ele todo e não parte dele. saber que quem está no banco ao seu lado no ônibus pensa e quer felicidade para ele tanto quanto você. felicidade é não estar só no mundo, mesmo estando.
felicidade é a gota de orvalho que vinícius falou.
felicidade é uma colcha de retalhos feita de todas as lembranças boas que vêm à sua cabeça.
felicidade é lembrar-se.
felicidade é esquecer.
felicidade é o oi que ela me dá.
felicidade é a saudade que dá quando se sente saudade de alguém depois de 30 minutos.
felicidade é ela sorrir para mim aquele sorriso confidente. aquele sorriso que faz os olhos dela sumirem, que faz todos os dentes aparecerem, não é lindo esteticamente falando, mas faz um bem enorme à psique. ela sorrir, gargalhar com você, com algo que você fez para ela rir e ela riu.
felicidade é ela saber o que me faz feliz e fazer para me deixar feliz.
felicidade é ela dizer olá do nada só para a gente poder conversar.
felicidade é fazer quem você ama feliz.
e eu não consigo dizer mais nada sobre a felicidade porque felicidade não se diz, se sente. e eu vou tentar sentir minha felicidade, mesmo que seja por pouco tempo, mesmo que seja quase nenhuma, mesmo que minha felicidade dependa da de outro, quero minha felicidade, quero sorrir e fazer sorrir, quero amar e ser amado, quero viajar para todos os lugares que tenho vontade de viajar sem me preocupar com nada. quero ser feliz e só.
felicidade, no fim de tudo, é felicidade. e isso basta para ela e para nós.
a felicidade é o presente mais bonito que alguém pode dar a outro.
felicidade é tudo isso e muito mais.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

5 respostas para A Felicidade

  1. bolusko disse:

    pi….né por nada nao, o texto está bom

    gostei desse trecho do
    e a felicidade é pensar que isso tudo durará para sempre, ou ao menos tempo o suficiente para parecer para sempre.

    mas muitos das felicidades mostradas estao misturadas com sentimentos melancolicos ou de saudade huahauhauh que sao sentimentos a posteriore

    mas pra nao deixar de comentar

    felicidade foi como fiquei ao terminar de ler a odisseia-feliz-de-um-garoto-amarelo

    kkk

  2. Luan disse:

    Perdeu o txan de escrever? Rá!

  3. Anonimous disse:

    A sua não é pra sempre. A minha é.

  4. Mina disse:

    Sinta-se feliz por ver felicidade em tanta coisa.

  5. Tatii disse:

    nossa! esse texto ficou foooooooooooooda! serio, mto bom :DD

    uns higlights aqui:

    é exatamente disso que o mundo precisa, uma enorme falta de senso.

    mas há quem diga que a felicidade só depende de você. se isso fosse verdade, o segredo da felicidade seria o isolamento e a masturbação

    felicidade é matar sempre aquilo que se quer matar, saciar seus desejos, para poder desejar sempre mais.

    vc falou umas coisas fodas aí nesse txt man, umas coisas fodas :))

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s