Arquivo do mês: março 2008

do lado de cá.

ela tinha decidido que não o amaria mais. não responderia mais às palavras doces e juras de amor que dissesse. simplesmente porque ela havia decidido aquilo. não daria mais os bons dias que iluminavam os dias mais que o próprio … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

a lei.

todo homem tem o direito de entender o que quer entender e fingir que não entendeu aquilo que lhe der vontade de fingir não entender. todo homem tem o direito de simplesmente ignorar fatos para seu próprio bem. todo o … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

sobre ninguéns e alguéns especiais.

estava sentada à direita de livros, à esquerda de livros, atrás de si tinha livros. há livros por toda parte. e ela ama tudo aquilo. ama estar entre todos eles, ouvir o que todos têm a dizer, suas vidas, suas dores, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 6 Comentários

Da minha vez de estar com Sol.

sinto fome. sim, a imensa vontade de comer algo que me deixará mal. mas já estou mal. e sinto sono. preciso do sono da razão para dormir bem. e, quando um dia acordar – porque quero acordar algum dia -, quero … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

olhos dela.

e aqueles olhos da cor do mar da praia da avenida depois de 17 horas de chuva não saem da minha cabeça. porque eles eram tudo o que eu precisava para seguir. eles me davam a força necessária para respirar, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 8 Comentários