cansado.

eu que nunca fui o futuro da nação, que nunca fui o futuro de ninguém, nem meu mesmo. eu que vivo de lembranças e esperanças e, parecendo gordo e opulento, morro de fome, de sede, de sono. eu que tinha sonhos e pesadelos, que tinha imaginação e desejos. eu que agora sou o que sou, pensando no que fui e tendo medo do que serei. eu que sou o avesso do avesso do avesso do avesso. eu que sou amargo, sou um novo velho, um chato, sem caráter, arrogante, exibicionista, sem graça, cheio de frescuras, sem graça, cruel. eu que sou frustrado em tudo o que sonhei, em tudo o que fui. eu que nunca soube aceitar as coisas que deveriam ser aceitas facilmente e que sempre esteve pronto para amar a primeira que me desse um pouco mais de atenção. eu que vivi boa parte da vida com idealizações idiotas, percebo que agora idealizar é apenas uma forma de se enganar para esconder algo de alguém. eu, que agora suo frio, não sinto mais vontades de nada.

só de você.

que deveria ser a única vontade de um homem.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para cansado.

  1. nelson disse:

    “não sinto mais vontades de nada.

    só de você.”

    txaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

  2. Lah Leite disse:

    “idealizar é apenas uma forma de se enganar para esconder algo de alguém”

    é. nem mais, nem menos.

    =***

  3. Tatii disse:

    “percebo que agora idealizar é apenas uma forma de se enganar para esconder algo de alguém.”

    verdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s