O chamado.

estava encostado na parede do lado de fora da casa. chovia forte. eu me molhei todo naquela noite, mas eu realmente não me importei com isso. eu sentia em minhas mãos um calor que nunca antes havia sentido. parecia que elas estavam pegando fogo. a chuva não apaga as chamas invisíveis, não limpava o que deveria sair. algumas pessoas passavam do outro lado da rua. estavam assustadas, olhavam para mim achando-me estranho. um olhar que dizia claramente que elas não confiavam em mim. que pensavam que eu estava ali para roubar qualquer coisa.

minhas costas tocando os tijolos da casa e eu tentando respirar. respirar parecia a melhor coisa a se fazer naquela hora. respirar e se acalmar. um, dois. inspira, expira. inspira, expira. tem alguém com a mão nos meus ombros perguntando se eu estou bem. é uma senhora. deve ter seus quarenta e poucos, cinquenta anos. uma tia de alguém, uma mãe de alguém. eu faço um sorriso que acho forçado, mas que sai naturalmente, um sorriso simpático que serve para abrir um canal de comunicação entre mim e outros e digo que estou bem.

obviamente, eu estava mentindo. as coisas nunca mais estariam bem.

eu não sei explicar como foi…como começou. eu sei que uma hora estávamos lá, todos. e agora não estávamos mais. ou melhor, todos estavam por todos os lugares, menos eu. eu estava no meio de todos. as paredes dentro da casa estavam pintadas com o sangue das pessoas que estavam lá dentro e eu não sei o que aconteceu. minhas mãos estavam enxarcadas quando dei por mim. acho que eu fiz aquilo. acho que as pessoas lá de dentro me receberam e eu fiz aquilo com elas.

mas eu não lembro…eu não lembro de nada.

nada a não ser uma voz, um nome, um chamado.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

6 respostas para O chamado.

  1. Marden disse:

    Txa madera.
    Parece conto introdutorio de storyteller.

  2. nelsonnetto disse:

    Parece conto introdutorio de storyteller. [2]

    total!

    ou nos bons tempos da DB
    a materia começaria assim, e dps a explicação e adaptação.

    mas…
    tem coisas que simplesmente não tem porquê.

  3. diogo disse:

    huhuhuhuh
    foda, man! o/

  4. Laah disse:

    wwooow!
    super do mal!

    =Pp

    =***

  5. carol disse:

    do mal meesmo!
    aueuaheuheuhuaheu

  6. lnatesta disse:

    até parece que joga prg +_+

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s