Arquivo do mês: setembro 2008

Imagine.

imagine-se num mundo onde tudo o que você conhece não é bem o que você conhece. as pessoas que você conhece, confia, ama, todas elas não são quem você pensa que elas são. pense num mundo onde todos os segredos … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 8 Comentários

Coveiro.

as lágrimas desciam dos olhos acompanhando as curvas de seu rosto, descendo pelas bochechas até se encontrarem no traço que fazia seu queixo. nunca havia percebido o mal que eram aquela caixas de madeira. elas nunca pareceram tão ruins como … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 8 Comentários

No corredor

ela esperava na porta de casa. esperava de braços cruzados, cara amarrada, pernas agitadas. esperava como se estivesse esperando algo; algo que não vinha, nunca viria. não havia ninguém no corredor, só ela. e há duas horas ela esperava caminhando … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 5 Comentários