Dúvidas.

daqui de baixo, lá em cima parece uma estrela com seu brilho prateado. vivemos à sombra dela, da grande cidade acima de nós que todos fazem questão de ignorar, mesmo sabendo que é impossível esquecer quem está lá. porque todos estivemos ali, todo nos lembramos da beleza que há. os prédios gigantescos e as ruas onde ninguém põe os pés. nós fomos os primogênitos, cheios de graça e beleza, nós fomos capazes de tudo, criamos as maiores maravilhas que se pode imaginar. também fomos os primeiros chegar aqui, fomos nós que erguemos cada pilar dessa mancha escura, tentando sempre fazer algo melhor que o que tínhamos lá e conseguindo apenas uma versão deturpada, uma distorção, de tudo o que eramos. o lugar que construímos reflete tudo aquilo que somos agora, e lá em cima brilha a beleza para nos lembrar do que fomos e nunca mais seremos.

ainda lembro de como eram os dias lá em cima, e creio que todos os outros sejam capazes de lembrar disso também. tenho certeza que lembram. as músicas, a alegria, as festas, os deveres, e o amor. o amor é o que mantém aquela cidade flutuando acima de nós. foi quando duvidamos pela primeira vez do amor que tudo aconteceu, foi quando nos juntamos ao primeiro. o primeiro de fato. aquele que era o mais capaz de amar, tornou-se o primeiro a duvidar do amor. e nós nos juntamos a ele porque… eu não lembro bem o porquê. às vezes eu fico me perguntando o que ele disse para que nos juntássemos a ele, as palavras exatas. mas não consigo lembrar, só sei que fazia muito sentido naquele tempo. então duvidamos de tudo, do amor, do poder, Dele. e foi aí que aconteceu. todos sabem o que aconteceu.

a estrela brilhando fria no céu não é uma estrela. é o início de tudo o que é belo, o marco zero da inspiração. o local de criação de musas. é o que mais amei, e é o que mais detesto.

e é meu castigo ficar aqui por toda a eternidade, observando-a lá em cima e sabendo que jamais poderei voar até lá, que jamais verei tudo o que ela tem a ofercer para mim novamente.

tudo isso porque eu duvidei do amor.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Dúvidas.

  1. Marden disse:

    É assim mesmo.
    Em outras epocas muita coisa faz sentido.

  2. Lah disse:

    estamos na mesma, então… eu duvidei do amor.

    isso me lembrou A Sétima Torre, tá ligado?

    ;***

  3. carol disse:

    estamos na mesma, então… eu duvidei do amor.[2]

    gostei taanto!
    beijos primo!

  4. nelson disse:

    lembra a cidade de prata.

    apesar de q eu nunca li.

  5. nelson disse:

    ahn, e sim.

    ficou foda!
    hehehehehehehhehe

    força e honra, man.

  6. Alana disse:

    Sensível…
    Estimula a imaginação pelo fluir das palavras! Uia! rs
    🙂

  7. tati disse:

    hm… interessante…
    e quem nao duvida né? =/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s