"A resposta está soprando no vento."

“oi”

“faz tanto tempo que eu não venho aqui. mas eu quero que você saiba que eu tenho pensado em você. sempre. acho que eu nunca deixei de pensar em nós dois, na verdade. porque toda noite… toda noite antes de dormir sempre somos bombardeados com os pensamentos que evitamos o resto do dia inteiro. e…sim, eu tenho evitado pensar em nós. porque… porque não me faz bem saber que a gente nunca mais vai poder se ter, que eu nunca mais vou poder sentir o teu calor nem teus beijos e nunca mais vou sentir o cheiro que exala de você. eu queria que você me ouvisse, mas o que eu mais queria mesmo era que você me respondesse. eu queria que você olhasse para mim e dissesse que está tudo bem, que nós dois estamos juntos novamente. eu sei que para quem não se vê faz tanto tempo, dizer essas coisas assim do nada podem nada adiantar, pode parecer que eu estou falando com o nada, mas é bom só falar, só deixar as palavras escaparem. porque se tem algo que pode nos torturar são palavras não ditas. eu não quero deixar mais palavras não ditas, com ninguém. e quando me decidi quanto a isso, pensei em você. você é a primeira pessoa para quem devo ser claro assim. porque tivemos tão pouco tempo para nos falar… e mesmo que tivessemos mais tempo, ainda seria bem pouco. eu vim aqui para te trazer essas flores. eu sei que não é muito, sei que significa nada e que logo alguém virá e as jogará no lixo, mas… eu me senti bem quando as comprei pensando em dá-las para você. vim para dizer essas palavras, dizer que eu te amo tanto, que eu nunca vou deixar de te amar. vim pedir para você voltar para mim, mesmo sabendo que você nunca faria isso. eu vim aqui, na verdade, foi para matar todas as minhas esperanças de que seriamos nós contra o mundo mais uma vez, vim porque agora eu sei o que é a realidade. não gosto de nada disso, mas sei. vim porque senti a tua falta, porque sei que você está aqui, mesmo que não me ouça, mesmo que não me veja, eu sei que você está aqui. não há, na verdade, motivos reais para eu ter vindo. eu só senti que tinha que vir. e vim.”

“eu te amo. odiei perder você.”

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

6 respostas para "A resposta está soprando no vento."

  1. Lah disse:

    e é sempre odioso perder.

    mas também é sempre muito bom dizer tudo isso, e ouvir tudo isso, ainda que nem adiante muito…

    =***

  2. carol disse:

    acho que todo mundo já sentiu um pouco disso né
    gostei da sinceridade com que as coisas foram ditas
    : ]

    :** primo!

  3. carla disse:

    é. eu deveria ter dito algo assim. sobretudo, eu acho, eu precisava ter ouvido.
    porque eu sempre preferi os silêncios. e as frases pela metade sempre me disseram mais. mas, atualmente, it doesn’t working.

    :~

  4. diogo disse:

    “eu vim aqui, na verdade, foi para matar…”
    juro que pensei que nessa hora tu irias matar ela huahauahuahu
    ficou foda, man!

  5. carla disse:

    *it isn’t working, né. o.O

  6. nelsonnetto disse:

    po man….

    foda.
    as flores e tudo…
    ducaráleo
    força e honra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s