Arquivo do mês: junho 2009

frio.

“se é por falta de adeus pode ir embora desde já.” lembro do que senti quando ouvi o primeiro verso da canção. lembro porque até hoje sinto o frio enorme que congela a espinha quando ela começa. porque nada mudou … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários