Arquivo do mês: novembro 2010

o poeta.

um bar escuro. foi esse o lugar em que o encontrei. o maior poeta da atualidade, dono de inúmeros prêmios nunca aceitos, bebendo num buraco imundo, entre prostitutas e cafetões e usuários de drogas. no meio de tanta podridão e … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 6 Comentários